Fig. 1. Certificado de ensaio mostrando o desvio como fator de correção