Acordo de cooperação com Governo Federal visa melhorar fluxo logístico de produtos químicos no Brasil

Acordo de cooperação com Governo Federal visa melhorar fluxo logístico de produtos químicos no Brasil

A Abiquim e a Empresa de Planejamento e Logística S.A. (EPL) assinaram acordo de cooperação técnica, publicado no Diário Oficial da União (DOU) no dia 5 de janeiro, para a realização de intercâmbio de informações para o mapeamento, planejamento, elaboração e avaliação de soluções de infraestrutura, operacionais e regulatórias para o desenvolvimento da logística de transportes no País, com foco na indústria química.
O acordo é resultado das ações do Grupo de Trabalho de Logística formado por membros da Abiquim e do Governo Federal, que foi proposto pelo então ministro dos Transportes, Antonio Carlos Rodrigues, durante audiência realizada em 1º de abril de 2015 com a Abiquim e a Frente Parlamentar da Química.
Esse é mais um resultado do trabalho desempenhado pelos parlamentares membros da FPQuímica como porta-vozes da indústria química brasileira no Congresso Nacional promovendo a criação e o aprimoramento de políticas públicas e criando oportunidades que contribuam para a competitividade das indústrias.
A infraestrutura logística é um ponto chave para o desenvolvimento do setor químico nacional e a Abiquim lançará no primeiro trimestre deste ano a segunda fase do Estudo de Logística, que apresentará um mapa com fluxos logísticos dos produtos químicos e destacará a importância de desenvolver modais com maior capacidade de carga e melhorar a infraestrutura e a regulamentação existentes para a promoção de um transporte mais seguro e competitivo.
Em reunião realizada em setembro de 2016, entre a Abiquim e a EPL, na avaliação da empresa estatal, o estudo de logística da Associação está alinhado com as ações planejadas pela EPL, especialmente, para elaboração do Plano Nacional de Logística Integrada (PNLI). O presidente da instituição, José Carlos Medaglia
Filho, afirmou na ocasião que os pontos apresentados pela Abiquim são convergentes aos da EPL. Medaglia ressaltou ainda que o diálogo com o setor produtivo é um dos princípios do governo e reconheceu a importância do setor químico e comprometeu-se a trabalhar pelo aprofundamento de estudos voltados para a indústria química.
Clique aqui para ler a edição do Diário Oficial da União com a publicação do acordo de cooperação firmado entre a Abiquim e a EPL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *