Inspeção por vídeos em altas temperaturas

As exigências atuais para o tratamento térmico são mais rigorosas do que nunca, a manutenção preventiva é cada vez mais importante como ponto de partida. Ela maximiza o tempo de produtividade, e a utilização de um programa de manutenção bem planejado resulta não somente em uma melhor confiabilidade do equipamento, mas, também em uma melhoria no controle do processo e repetibilidade. Isto é essencial para a produção de boas peças com consistência metalúrgica e propriedades mecânicas

As exigências atuais para o tratamento térmico são mais rigorosas do que nunca, a manutenção preventiva é cada vez mais importante como ponto de partida. Ela maximiza o tempo de produtividade, e a utilização de um programa de manutenção bem planejado resulta não somente em uma melhor confiabilidade do equipamento, mas, também em uma melhoria no controle do processo e repetibilidade. Isto é essencial para a produção de boas peças com consistência metalúrgica e propriedades mecânicas

custo de manutenção, falando de uma forma geral, aumenta drasticamente com o aumento da temperatura de operação. Todo o dinheiro gasto com manutenção pode ser um desperdício se não houver uma cuidadosa reflexão e um entendimento claro do projeto do equipamento e da extensão dos reparos. O maior obstáculo que os gerentes de manutenção precisam ultrapassar é a inabilidade de ver realmente o interior do trabalho que eles estão tentando realizar. Em geral, os problemas e reparos são mais custosos porque eles irão lidar com isso após a falha ou após ser possível verificá-los pelo lado externo do equipamento. Assim, não é surpresa que a tentativa de evitar custos excessivos e utilizar-se de pouco tempo é um enorme desafio quando novos problemas são descobertos durante os reparos.

HTVR (High-Temperature Video Robot)

A CASKOL desenvolveu e patenteou o Video Robô de Alta Temperatura HTRV para o nosso serviço de inspeção por vídeo para proporcionar aos engenheiros de manutenção uma vista do interior dos seus fornos contínuos, muflas ou estufas. Para realizar estas inspeções, nós desenvolvemos um robô com a habilidade de dirigir por espaços hostis e confinados, ao mesmo tempo em que fornece vídeos claros do interior do equipamento. O robô pode passar por túneis com dezenas de metros de comprimento, os quais podem ter somente 20 cm de altura e 80 cm de largura, entrando em aberturas de 70 cm. Nós também projetamos um robô que tolera temperaturas de até 540°C, nos permitindo estabelecer e realizar uma inspeção por vídeo de forma rápida sem a necessidade de resfriar a zona quente.

Porque inspecionar o interior do nosso equipamento de tratamento térmico?

A câmara de aquecimento é projetada com muitos componentes que precisam suportar as tensões danosas do aquecimento para manterem um alto grau de precisão da temperatura e uniformidade conforme o material é aquecido. É sempre uma boa ideia ter um programa de inspeção para o seu equipamento de tratamento térmico. Se verificado com antecedência, defeitos ou deteriorações podem ser tratados de forma fácil e proporcional (Fig. 1). Se ignorado, ele pode se deteriorar ainda mais e causar a parada prematura do equipamento ou, pior ainda, pode ocorrer uma falha catastrófica, que ignore a fase crucial de planejamento da produção.

A manutenção é ainda mais desafiadora em câmaras de tratamento térmico com soleira de rolos transportadores (Fig. 2). Estes espaços hostis e confinados são geralmente inacessíveis, forçando a adivinhar as condições de trabalho no interior. Por exemplo, os grandes fornos modernos para tratamento térmico de metais dentro de uma atmosfera controlada contem um grande número de tubos radiantes. A operação de tais fornos é complexa porque cada tubo radiante é um dispositivo de aquecimento independente com queimador e câmara de combustão, o último sendo o elemento mais aquecido do forno. Portanto, ele está sujeito a maior desgaste e requer trabalho constante. Danos e deformações no tubo radiante perturbam todo o balanço de calor e aumentam as tensões nos demais tubos radiantes daquela zona. Um tubo radiante violado pode contaminar a superfície das peças com fuligens ou descolorações. Portanto, é muito importante que um tubo radiante defeituoso seja descoberto em tempo e que o defeito seja remediado. Com o vídeo obtido pelo robô você pode ver as condições do tubo radiante (Fig. 2) ao mesmo tempo em que identifica e localiza qualquer possibilidade de:

– Bolhas ou buracos;
– Trincas;
– Empenamento;
– Distorções;
– Fuligens.

Uma parte integrante e negligenciada da câmara de aquecimento é o revestimento refratário isolante. O refratário isolante não está visível durante a operação normal, pelo menos não por inteiro, e até agora não estava visível em sua totalidade sem medições extremas. Pela primeira vez, a nossa inspeção por vídeo permite que você olhe para os sinais de deterioração do refratário tais como trincas, lascas, diminuição da seção, áreas erodidas, etc (Fig. 3). Com inspeções anuais, você terá um vídeo gravado para monitorar as condições do refratário com o passar do tempo. Agora os refratários podem ser vistos de forma fácil e completa, permitindo que você inspecione e identifique:

– Juntas de expansão e controle;
– Condições dos cantos;
– Áreas ao redor das portas, locais com orifícios, bicos, suportes;
– Fixadores;
– Descolorações;
– Lanças;
– Esgotamentos;
– Trincas.

Muitos tipos de processos de tratamento térmico controlam a taxa de resfriamento com zonas anexas de resfriamento. Há muitos tipos de câmaras de resfriamento com uma ampla variedade de métodos para alcançar o seu objetivo. Estas zonas de resfriamento estão sujeitas a tensões do calor junto com outras formas de deterioração (por exemplo, oxidação) que deveriam ser monitoradas. O fato é que as zonas de resfriamento raramente são inspecionadas como um todo, até que ocorra algo de errado. Estes túneis longos, escuros e negligenciados tendem a ser pontos de acúmulo para detritos que com o tempo podem danificar ou interferir no fluxo de material. Com o nosso serviço de vídeo você poderá localizar e inspecionar:

– Camisas d’água;
– Ventiladores de resfriamento;
– Anteparos;
– Cintas ou rolos transportadores;
– Placas deslizadoras;
– Vazamentos de água;
– Trincas;
– Detritos

Inspeção de Equipamentos Usados

Se você for comprar ou ganhar um equipamento de tratamento térmico usado, é essencial que seja feita uma inspeção completa e detalhada do mesmo para um planejamento e orçamento de sucesso da instalação e start-up. Com o vídeo HTVR da CASKOL você pode inspecionar de forma completa as condições do interior das zonas de aquecimento e resfriamento. As inspeções do interior são sem dúvida uma forma segura de avaliar o equipamento usado e de circundar quaisquer mudanças que possam ter sido feitas na estrutura interna ou no projeto que não estejam mostradas no catálogo ou no manual (Fig. 4).

O Conhecimento é a Chave

É incompleto dizer que “tempo é dinheiro” quando se trata da operação e manutenção de um equipamento para tratamento térmico. Muitas empresas esforçam-se ao máximo para manter a programação da produção em 24/7 (24 horas/7 dias por semana) para evitar os custos com o tempo e com a energia associados com as paradas e re-inícios. Até agora, os gerentes de manutenção têm sido forçados a somente reagir frente às falhas ou deteriorações dos equipamentos, já que eles só são descobertos pelo lado de fora, algumas vezes com resultados catastróficos. Um dos métodos para inspecionar o interior das zonas quentes, que ainda é utilizado hoje, consiste em ter um trabalhador deitado sobre uma placa de madeira que está nos rolos transportadores. Com uma lanterna na mão, ele desliza sobre o transportador para dentro da câmara quente e dá uma olhada no entorno. Este método, deixando de lado as muitas questões sobre segurança associadas a ele, terá um sucesso limitado já que ele só poderá entrar onde o teto for alto suficiente e a câmara precisa estar fria o suficiente para o acesso humano.

Imagine o que você poderia ver na zona de aquecimento se a temperatura fosse de 540°C e não de 37°C. A capacidade única do HTVR de tolerar altas temperaturas torna isto possível. Nós podemos fazer uma inspeção completa e rápida da zona de aquecimento e de resfriamento sem o tempo e o custo de se desligar a zona de aquecimento. Os nossos técnicos qualificados podem ajustar o robô e completar a inspeção em menos de uma hora, deixando-o livre para continuar a produção. O conhecimento é a chave para manter a sua produção dentro dos prazos de operação ao mesmo tempo em que fica dentro das suas restrições orçamentárias. Pela primeira vez, os gerentes têm exatamente o que eles precisavam para ter uma abordagem pró-ativa da manutenção dos seus fornos, muflas ou estufas. O HTVR abre uma janela para o trabalho no interior do equipamento, permitindo que você preveja de forma precisa as suas necessidades de manutenção pela localização e identificação das áreas problemáticas antes que elas causem uma quebra. As inspeções utilizando vídeo como uma parte regular do seu programa de manutenção podem estender o seu tempo de atividade e controlar os seus custos, assegurando a vitalidade dos seus equipamentos de tratamento térmico. O custo de uma inspeção por vídeo por este serviço patenteado pela CASKOL é um seguro barato contra um custo de quebra do equipamento e ajuda a mantê-lo no controle do seu orçamento com manutenção.

 

Para mais informações, contate Kirby Kolek, presidente da CASKOL, Massilon, Ohio, EUA; tel.: +1 330-837-9216; e-mail: sales@caskol.com,  website: www.caskol.com.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *