Liderança 360° – Parte II

Liderança 360° – Parte II

Na última edição, abordei a liderança para baixo, neste artigo abordo aquela que considero a mais desafiadora, a liderança para cima. Muitos podem se perguntar, com surpresa: Como posso liderar meu superior? Este conceito parece difícil de ser aplicado, mas as evidências mostram que é factível. Pensemos: Para liderar outrem é necessário liderar a si mesmo, em primeiro lugar. Mas, por que é tão importante liderar a si mesmo? Sugiro uma reflexão: Se alguém não consegue seguir a si mesmo, por que outro deveria? Além das vantagens inquestionáveis, a auto-gestão promove foco, disciplina e propósito. Faz parte da liderança de si mesmo a administração do tempo, a gestão das emoções, das prioridades, da energia, das idéias e da vida pessoal.

Se você se liderar bem, seu superior irá vê-lo como alguém que maximiza oportunidades e conhece seus pontos fortes. Portanto, vai recorrer a você nos momentos importantes. Uma vez conquistada a gestão eficaz de si mesmo, pode-se pensar no outro, o superior hierárquico. Quanto mais elevado o cargo assumido, as responsabilidades crescem na mesma proporção. Quem pensa em liderança para cima, deve conhecer a importância de participar de algo maior do que aquilo que faz. Aliviar a carga do seu superior hierárquico é uma forma de atingir este objetivo.

Como fazer isso? A resposta é simples: Problemas existem em todas as organizações e a tendência é levar problemas para o chefe. Uma forma de aliviar a carga do superior é oferecendo, pelo menos, uma sugestão de solução para a situação problemática. Assim, além de diminuir a carga dele, você aumenta sua influência e demonstra senso de equipe. Você passa a ser notado de forma diferente pois estará disposto a fazer o que os outros não fazem. Apontar problemas é fácil, difícil é se comprometer com a solução, pois ela, muitas vezes, está vinculada a tarefas difíceis, em fazer mais do que o esperado, em lidar com pessoas não fáceis e assumir riscos. A liderança exige visão de longo prazo, enxergar além do contexto atual, extensão de limites e bom relacionamento. Assim, invista no relacionamento com o seu superior. Procure entendê-lo, conheça sua personalidade, saiba das prioridades e dê apoio a sua visão. Tenha certeza de que ele, assim como você, é um ser humano, portador de pontos fortes e fracos. Concentre-se nos pontos fortes, só assim você construirá um relacionamento positivo com seu líder. Não será possível construir um relacionamento sólido se, no recôndito da sua mente, você o desrespeita por causa das fraquezas. Simples? Parece que não! Mas, não é exatamente assim que você gostaria de ser visto? Você não gostaria que seu superior se concentrasse nos seus pontos fortes e minimizasse as fraquezas? Então, faça o mesmo. A segunda forma de aliviar a carga do seu superior é respeitar o seu e o tempo dele. Prepare-se, quando precisar usar o tempo do seu líder. Pense e planeje tudo antes. Não faça seu chefe pensar por você. Sugiro que leve algumas sugestões para a mesa de reunião e gaste tempo com o essencial. Se seu líder tiver que consumir energia, solicitando a você que faça, corretamente e no prazo, o seu trabalho, você será visto como um sumidouro de tempo e energia e não como alguém útil. Se você gosta de receber “feed back” saiba que o seu superior não é diferente de você. Quando se reunir com ele, diga o que você aprendeu na reunião passada e o que você fez com as informações recebidas. Isto dá pistas de que você valoriza o tempo dele e o seu. Você dá retorno do investimento. Dizem que tempo é dinheiro, mas percebi ao longo da minha jornada, que tempo é, também, vida. As pessoas não pagam as coisas com dinheiro e sim com tempo. Se alguém precisou economizar, por dez anos, para aquisição da casa própria, tal empreendimento custou dez anos da vida deste alguém. Assim, ajude seu líder e a organização onde trabalha a vencer. Maximize seu investimento e o seu tempo de vida, tornando-se membro confiável da equipe. É mais fácil vencer, fazendo parte de um time e de uma organização vencedora do que de uma perdedora. Seja amanhã melhor do que você foi hoje, esta é a melhor forma de respeitar o seu tempo, sua vida e a si mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *