Liderança 360° – Parte III

Liderança 360° – Parte III

A abordagem da liderança para os lados encerra o círculo da liderança 360°. Liderar colegas de trabalho pode ser tarefa difícil. Diferentemente da liderança para cima e para baixo, liderar lateralmente exige empenho maior. Escolher seus pares profissionais, assim como a seus parentes geralmente não lhe cabe, apesar do fato de muitos deles contribuírem ou dificultarem, enormemente, seus resultados. É liderança complicada de se obter uma vez que exige tempo para ser alcançada. Obedece à lei do tempo, por estar alicerçada em sete passos fundamentais: 1. Observação, 2. Conhecimento, 3. Apreciação, 4. Contribuição, 5. Sedimentação, 6. Influência e 7. Sucesso. Além disso, está pautada na confiança e na complementação.

A confiança é um valor a ser conquistado e, bem administrada, aumenta com o tempo, caso contrário diminui. Da mesma forma, complementar seus colegas de liderança é mais importante que competir com eles. Você quer despertar confiança nos colegas líderes? Saiba que ela não pode ser obtida com atalhos e nem da noite para o dia. Além disso, é necessária a permissão do outro para se deixar complementar e conhecer. Isto só é possível se você transformar pessoas em prioridade. Por isso a observação é tão importante. Por meio dela você procurará e achará valor em cada ser.

Coloque-se no lugar dos outros e encontre razões para gostar das pessoas. Será sempre um obstáculo à liderança lateral o fato de, no fundo, não se preocupar com coisa alguma relacionada a elas. Os seres humanos sempre se aproximam de quem os faz progredir e se afastam daqueles que visam o oposto. Assim, procure contribuir, conheça as pessoas, seus interesses, reserve um tempo para conversar com seus colegas e amplie o seu círculo de relações. Cada pessoa possui um conjunto de valores hierarquizados. Estes valores são estados emocionais que direcionam o comportamento delas. Na minha opinião, é imprescindível conhecer os valores pessoais e sua hierarquia para respeitá-los. Descubra as habilidades, conheça e aprenda a gostar das diferenças pessoais. É salutar permitir que a melhor ideia vença, mesmo que não seja a sua. É natural tender a apreciar os colegas que fazem as coisas que admiramos. Porém, nos limitar a apreciar, somente, aos nossos iguais, pode representar a perda de oportunidades de crescimento.

Poucas coisas aumentam mais a credibilidade de um líder do que agregar valor às pessoas. Dessa forma, pode não ser uma boa estratégia guardar para si o que se tem de melhor. Como este melhor poderá dar frutos se permanecer para sempre guardado? Pode ser que pensar na abundância seja melhor do que na escassez. Se você possui um valor com potencial de preenchimento das lacunas das pessoas, disponibilize-o. Você também as tem e precisará dos fragmentos

Poucas coisas aumentam mais a credibilidade de um líder do que agregar valor às pessoas. Dessa forma, pode não ser uma boa estratégia guardar para si o que se tem de melhor. Como este melhor poderá dar frutos se permanecer para sempre guardado? Pode ser que pensar na abundância seja melhor do que na escassez. Se você possui um valor com potencial de preenchimento das lacunas das pessoas, disponibilize-o. Você também as tem e precisará dos fragmentos presentes nos outros para se completar. Pensando dessa forma, um número maior de lacunas será preenchido e todos estarão um passo à frente. Se você trabalhar em um ambiente coorporativo extremamente competitivo e hostil, num primeiro momento os colegas podem desconfiar das suas intenções, mas persevere. Os resultados compensam o esforço. Elogie, sinceramente, o trabalho bem feito, a atitude correta e os pontos fortes de alguém. Na pior das hipóteses, você conseguirá, pelo menos, um ambiente mais agradável. Assim, você estará contribuindo para sedimentar nas pessoas aquilo que elas têm de melhor. Somente após percorrer de forma perseverante sincera e congruente, os cinco primeiros passos, você estará, finalmente, apto a liderar seus pares. As ações que você tomou, anteriormente, serviram para alicerçar seu relacionamento com eles, dar-lhe credibilidade e honestidade de propósitos. Observando o processo de evolução humana constatei: Para ser feliz é necessário ser bom, mas somente os virtuosos são bons e as virtudes só se desenvolvem naqueles que conhecem e vivem pelos seus valores. Por meio das virtudes se conquista a oportunidade, mas não a garantia de um dia poder influenciar, positivamente, os pares líderes. É fácil? A resposta depende da quantidade de energia, dedicação e tempo investido no processo. Para muitos pode ser trabalho de uma vida, enquanto outros líderes conseguem galgar esta posição de forma mais rápida. No entanto, influenciar pessoas não é um fim em si, nem o último passo na estrada da liderança lateral. Caso a motivação principal seja conseguir com que as pessoas ouçam e façam o que você quer, certamente uma grande oportunidade foi deixada para trás. O verdadeiro líder 360° deve dar mais um passo fundamental: ajudar as pessoas a obterem sucesso. Grandes líderes não usam pessoas para vencer, eles lideram para que todos possam vencer juntos. Boa sorte a você no seu caminho pela liderança eficaz. No próximo artigo vou abordar a importância do tempo e sua administração para obtenção de equilíbrio e resultados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *