Ljungström entra em acordo no processo de violação de patente contra fabricante na China

Ljungström entra em acordo no processo de violação de patente contra fabricante na China

Com alguns clientes chineses reclamando de produtos de má qualidade, foi descoberto que esses produtos eram versões falsificadas do elemento de aquecimento DNF® patenteado pela Ljungström. Após identificar um fabricante no sul da China que vinha fornecendo o produto falsificado inferior, a empresa entrou com um processo de violação de patente no tribunal de Jinhua, Zhejiang no início de 2016.

Um acordo de resolução foi alcançado com o fabricante determinando a cessação da violação da patente da Ljungström e o pagamento de uma indenização substancial por violações anteriores. Esse fato prova mais uma vez que apenas a empresa tem a condição de fornecer elementos de aquecimento DNF® genuínos, fabricados de acordo com os padrões de qualidade e a vida operacional prolongada adequada para satisfazer as necessidades críticas de energia do povo da China.

Este é o primeiro processo iniciado pela Ljungström para proteger sua propriedade intelectual na China. “A Ljungström está comprometida em fornecer a tecnologia comprovada e os produtos reconhecidos de alta qualidade que outros fornecedores não estão à altura para fornecer”, disse Hybern Huo, diretor executivo da unidade da Ljungström em Xangai. “Estamos tentando ajudar as usinas de energia chinesas a evitar a incapacidade prematura, a inatividade e problemas operacionais que podem ocorrer devido as imitações não licenciadas e de má qualidade de nossa tecnologia.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *