Negócios melhores

Posso adotar um tom mais pessoal e perguntar como estão indo seus negócios? Na verdade, essa pergunta pode ter alguns significados. Um deles seria quão saudáveis estão os negócios e a sua habilidade para lidar com custos. Poderia também ser sobre sua capacidade para encontrar e manter bons funcionários, que entendam da área de processamentos térmicos. Tendo esses dois pontos em mente, vamos conversar.

Olhando da posição em que estou, parece que seus negócios têm passado por altos e baixos, ou que estão sofrendo um pouco com incertezas. A razão de eu dizer que as coisas estão instáveis provém de nossos indicadores econômicos mensais dos EUA. Desde o início desse ano, tivemos alguns meses mistos, com mais indicadores altos do que baixos. Os números de Maio, no entanto, foram todos baixos quando comparados com os de Março e Abril. Em Junho, todas as categorias se recuperaram, porém, a maior parte dos indicadores ainda esteve mais baixa do que no início do ano.

Outros números fornecidos pela AAM (Alliance for American Manufacturing – Aliança para a Manufatura Americana) indicaram que enquanto a economia geral dos EUA presenciou aumento modesto de empregos, o ramo da manufatura sofreu perdas. Um exemplo ocorreu em Maio, quando o setor de economia forneceu 38.000 empregos, enquanto o de manufatura perdeu 18.000. A AAM atribui essas perdas, ao menos em parte, ao déficit comercial de bens e serviços do país. Em Abril, esse déficit foi de US$37,4 bilhões, mais de US$1,9 bilhão do que em Março. Com a China sozinha, é de US$26,6 bilhões.

“Quão saudáveis estão os negócios e a sua habilidade para lidar com custos? E sua capacidade para encontrar e manter bons funcionários, que entendam da área de processamentos térmicos?”

Falando em política, o Presidente dos EUA, Barack Obama, prometeu 1 milhão de novos empregos na área de manufatura durante sua presidência, e, com apenas algumas semanas para terminar o mandato, o número está em 325.000.

Apesar de todas as incertezas que rodopiam em nossa volta e afetam nossos negócios, nós podemos fazer coisas que nos aproximam da realidade e que nos fornecem treinamento e interações com outros profissionais de nossa indústria. Como, por exemplo, a FNA (Furnaces North America – Fornos América do Norte) 2016, que ocorreu em Nashville, de 3 a 5 de Outubro, e trouxe uma boa dose de motivação e encorajamento, com discussões técnicas muito boas, que nos ajudaram a afiar nosso conhecimento e entendimento.

Neste ano, as seções de educação técnica do evento foram divididas em 10 diferentes assuntos, intitulados Equipamentos/Manutenção, Indução, Tecnologias Emergentes, Materiais, Conformação, Segurança contra Incêndios, Processos, Vácuo, Sistemas para Tratamentos Térmicos e Operações. Cada um desses assuntos teve outras três ou quatros subseções. Independente de seus negócios estarem prósperos ou um pouco parados no momento, a FNA pode ter sido exatamente o que você e sua equipe precisavam para se motivar e se educar. Ter contato com outras pessoas de nossa indústria nos ajuda a perceber que sempre há outras coisas além de nosso mundo pessoal, não importando se esse mundo é pequeno ou grande.

Como de costume, a Industrial Heating foi bem representada em nosso stand. Detalhes na pág. 20 desta edição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *