Notícias automotivas

Parece que todos os dias surgem notícias sobre o ramo automotivo. Vale a pena rever essas histórias para vermos em qual caminho os ventos automotivos estão soprando, principalmente, porque nós reconhecemos que a saúde de muitos dos nossos negócios sobe e desce (ao menos em alguma extensão) com as tendências da indústria automobilística.

Previsões

Dois prognósticos – NADA e IHS – preveem a venda de 16,9 milhões de veículos em 2015 nos EUA. É um aumento de cerca de 500.000 unidades comparado com 2014. A IHS Automotive prevê vendas automotivas globais de 88,6 milhões em 2015, um aumento de 2,4% sobre 2014. No Canadá, as vendas de veículos leves atingiram um recorde em 2014, o qual é esperado que seja quebrado neste ano. É previsto que a produção de veículos norte-americanos aumente continuamente até 2022.

Tendências dos Fabricantes

Olhando para o prazo até 2022, é previsto que a GM, a Ford e a Fiat Chrysler serão as números 1, 2 e 3. Completando as 10 mais na América do Norte em 2022 estarão a Toyota, a Honda, a Renault-Nissan, a Hyundai-Kia, a Volkswagen, a BMW e a Mercedes.

Atualmente, a Toyota está no topo mundial das empresas automobilísticas. A empresa publicou no início do ano ganhos em vendas de 12 a 13% com a sua divisão de luxo, a Lexus publicou um aumento de 22% em fevereiro. Da mesma forma, apesar de menor que a Toyota, a Nissan relatou ganhos e estabeleceu um recorde em fevereiro. A sua marca de luxo, Infinity, aumentou quase 20% em relação ao ano anterior, em fevereiro.

A Volvo anunciou planos de construir sua primeira fábrica nos EUA, quase 60 anos depois de começar a vender carros aqui. Será a quinta fábrica da Volvo e os investimentos serão de cerca de US$ 500 milhões. A localização ainda não foi anunciada. No último ano, a Volvo quebrou o seu recorde de vendas anterior, que se deu em 2007.

As marcas de luxo têm sido as maiores ganhadoras nos últimos 5 anos, com aumento de vendas de 154% comparado com um ganho de 36% no mercado automobilístico geral. Possivelmente estimuladas por estes ganhos, as marcas de luxo apresentaram diversas otimizações das linhas no Geneva International Motor Show. A Bentley exibiu o seu carro esportivo pequeno, a Aston Martin prometeu uma SUV e a Koenigsegg (uma empresa sueca) introduziu um carro esportivo que custará US$ 1,9 milhão.

Aqui nos EUA, um novo fabricante norte-americano, a VL Automotive, está iniciando a produção do VL Destino. É basicamente o Fisker Karma sem as baterias e o sistema elétrico. Em vez disso, ele é alimentado pelo motor V-8 do Corvette ZR-1 de 630 hp sobrealimentado com supercharger, com uma caixa de câmbio GM automática de seis velocidades. O preço estará em torno de US$ 200.000,00.

Abastecendo o Crescimento

Apesar dos preços mais baixos do petróleo, a GM planeja seguir em frente com seus planos para expandir a sua estratégia para os veículos elétricos. A GM está comprometida com a construção do Bolt para 2017, o qual tem uma autonomia de 320 km. Ela também produzirá o Chevy Malibu Hybrid 2016, o qual utilizará componentes do powertrain do Volt para atingir um consumo de 19 km/l.

A Volkswagen planeja lançar um veículo elétrico nos EUA em torno de 2018. Foi relatado que a VW está dando uma atenção séria para a inovação da tecnologia das baterias de estado sólido. Foi antecipado que a VW decidirá o futuro dos investimentos nesta bateria no verão.

A Nissan recentemente entregou o seu 75.000º LEAF todo elétrico. O LEAF tem uma autonomia de cerca de 135 km.

Um novo relatório indica que é esperado que as vendas ao redor do mundo dos veículos com gás natural atinjam 37,2 milhões na década que finaliza em 2024.

Tendências Tecnológicas

As altas tecnologias dos sistemas para evitar colisões estão fazendo com que nossos carros sejam mais seguros. A tecnologia que parece estar ganhando bastante pressão recentemente consiste nos veículos com direção autônoma. A Volvo anunciou recentemente que completou os projetos do seu carro que dirige sozinho e que planeja colocá-lo na estrada em dois anos. A Volvo está desafiando a Nissan e a Google para ser a primeira a colocar em circulação carros totalmente automatizados.

Enquanto eu escrevo, um carro que dirige sozinho está fazendo uma viagem da Califórnia para Nova Iorque. Três pessoas estarão viajando neste Audi modificado e, na maior parte do tempo, ninguém estará dirigindo. O carro utiliza a tecnologia de dirigir sozinho da Delphi, a qual inclui cerca de 20 sistemas de sensores.

Há uma previsão de que a primeira aplicação no mundo real desta tecnologia será para veículos que podem te deixar na porta, estacionar sozinhos e retornar para te buscar. O futuro é agora!

Reed Miller
Reed Miller
Mestre em engenharia metalúrgica, experiências de carreira industriais variam de aço derretendo ao acabamento; rolamento de fabricação, testes e tratamento térmico; e forjou manufatura moinho-roll e tratamento térmico. Com mais de uma década como editor da Revista Industrial Heating nos EUA, ele traz mais de 35 anos de experiência para a sua posição. Contate: +1 412-306-4360 ou reed@industrialheating.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *